B.C. proíbe encontros sociais de novos casos COVID

Novos pedidos de saúde

O médico principal da Colúmbia Britânica (BC) revelou à primeira região de saúde provincial uma ordem oficial já que BC vê um aumento nos números COVID-19.

Os casos de COVID estão aumentando em Lower Mainland, assim como as hospitalizações, então não é surpresa que no sábado, a oficial de saúde provincial Dra. Bonnie Henry teve que dar ordem oficial a saúde provincial.

Essa ordem entrou em vigor às 22 horas no último sábado, e permanecerá no local por duas semanas, até meia-noite de 23 de novembro. Os pedidos são necessários para garantir que serviços essenciais, negócios e escolas permaneçam abertos, acrescentou ela, e não fazer isso terá sérias consequências para todos nós.

“Agora precisamos tomar medidas urgentes e focadas para reduzir significativamente a taxa de transmissão através de nossas duas autoridades de saúde da região metropolitana de Vancouver ”, segundo o Ministro da Saúde Adrian Dix.

Esta nova ordem restringe os residentes de visitar a casas uns dos outros por duas semanas e também se aplica a reuniões sociais de “qualquer tamanho” com pessoas que não sejam de um mesmo domicílio, independentemente de ser menos de 50 pessoas ou que tenha distanciamento físico.

Você ainda pode se casar ou comparecer a um funeral, mas apenas com membros de sua casa. As atividades individuais de academias de ginástica não estão afetadas, mas os esportes internos, onde o distanciamento físico não pode ser mantido, estão suspensos, assim como, atividades físicas em locais fechados, como classes de spinning e yoga.

As empresas que não conseguirem cumprir com seus planos de segurança de COVID-19 serão fechadas e os locais de trabalho também serão obrigados a realizar exames presenciais ativos para COVID-19.

Os restaurantes não estão afetados pela nova ordem, desde que sigam as ordens pré-existentes de saúde pública, também, os centros religiosos não são considerados “encontros sociais”, portanto, eles permanecem inalterados, desde que mantenham o limite de 50 pessoas.
“As escolas são uma das coisas que queremos proteger porque sabemos que é importante para os professores, para os alunos e para as famílias terem escolas funcionando “, disse Henry, portanto, a ordem não afeta creches ou escolas.

Casos Emergentes


O pedido veio enquanto Henry anunciava outros 567 novos casos do vírus, sendo o segundo maior da província já registrada em um único dia com todos os novos casos provenientes da Fraser região de saúde (411) e região de saúde costeira de Vancouver (122).

“O vírus não segue limites geográficos”, disse ela, observando os casos ativos na região de Saúde Interior (Interior Health Region), inferior ao Baixo Continente (Lower Mainland), atingiu o seu ponto mais alto. “O que é necessário agora é lembrar as ordens de saúde provinciais, seguir as orientações e as ordens ”, disse ela.

Fonte: Globalnews.ca

About Author